Notícias - Força-tarefa / Publicado em 14/02/2018 às 15:21

Parcerias marcarão Campanha da Fraternidade em Caxias do Sul

Foto: Fernando Santos/ Rádio Caxias.
Entidades públicas do Município e do Estado se engajaram na Campanha da Fraternidade, em Caxias do Sul. A intenção é colaborar com a Igreja Católica no alcance do objetivo maior, que é refletir e promover ações práticas para a superação da violência.

Entre elas, o Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RS). A Corte colabora por meio do Programa Justiça Restaurativa para o Século 21. O projeto visa reduzir a violência, com ações que promovem o fortalecimento dos vínculos familiares. Conforme o coordenador estadual, juiz Leoberto Brancher, mais de 700 pessoas formadas pelo programa Voluntários da Paz estão aptas a atuarem nas atividades. Cerca de 150 delas foram habilitadas na mediação de conflitos. Para o magistrado, participar da Campanha é uma oportunidade de disseminar a Justiça Restaurativa.

A Câmara de Vereadores também se integrou à Campanha da Fraternidade. O Legislativo vai atuar por meio da Comissão Temporária Especial de Enfrentamento da Violência. A participação havia sido formalizada na última semana, durante um encontro entre a presidente do grupo de trabalho, vereadora Paula Ioris (PSDB), e o bispo diocesano, Dom Alessandro Ruffinoni.

Segundo Paula, a Comissão vai contribuir com a experiência de mais de um ano de debate e ações sobre a violência. Na opinião da parlamentar, a sociedade precisa se unir pela redução da criminalidade.

Nesta quinta-feira (15), Dom Alessandro deve participar da sessão da Câmara de Vereadores. Ele irá ocupar espaço de acordo de lideranças partidárias para falar sobre a Campanha da Fraternidade. Para as 20h, no Espaço Mater Dei da Catedral Diocesana, está marcada uma reunião com as lideranças da campanha. O objetivo é organizar ações práticas a serem realizadas pela Igreja Católica e entidades parceiras.